Evangelização dos excluídos e a demonização das religiões africanas

Em um mundo onde é recorrente a violência, o preconceito e várias outras formas de ignorância. O ser humano as vezes precisa encontrar uma forma de esquecer as suas frustrações com o mundo e alimentar um pouco da esperança que resta de uma vida melhor perante a sociedade.  Por conta disto muitos se pegam a religião, o que de certa forma é positivo, pois acabam afastando-se de drogas, marginalização e tudo o que degrada o ser humano. Porém como no nosso pais já é meio que “determinada” certa religião, acabam manifestando-se contra outras religiões, principalmente com as de matriz africana , são as que sofrem maior preconceito. Isto talvez se dê pelo fato da escravatura proveniente da colonização européia cristã. Os negros trazidos da África para a escravidão no Brasil trouxeram uma cultura enraizada em crenças e rituais religiosos próprios .

A religião é uma forma de conservar a identidade, Esta conservação de identidade ao se misturar com as religiões européias sofreu uma transformação parcial, incorporando alguns elementos de outras religiões, o que deu origem às religiões afro-brasileiras, como a Umbanda e o Candomblé. Dessa forma, estas fazem parte da cultura brasileira, assim como inúmeras outras religiões das mais variadas origens, pois somos um povo profundamente miscigenado.

As religiões afro-brasileiras, em verdade, constituem minoria em quantidade de fiéis e justamente por isso toda a sociedade deve lutar para que seja respeitado o direito desta minoria.

O desrespeito ocorre principalmente em programas de radio e televisão, onde ocorrem “exorcismos” em praticantes de umbanda, candomblé, sempre fazendo referências sobre os praticantes de tais religiões como “demônio”, “capeta”, “maus espíritos” e etc. Ademais, as minorias têm o seu valor histórico/cultural, e seu desaparecimento acarretará um imenso prejuízo para a nação.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s